"Empreender é antes de tudo uma questão existencial"
 
line decor
 
line decor
   
O que é o Desenvolvimento de Talentos Organizacionais?

O Desenvolvimento Organizacional é uma prática que visa auxiliar no processo evolutivo da organização. Sim, organizações evoluem e há que se ter para tanto orientação, flexibilidade e muita adaptação, pois... “A única coisa que nunca muda, é que tudo muda”.

Mudam as necessidades dos clientes, mudam as tecnologias, os costumes, os valores sociais, os comportamentos, as relações humanas dentro e fora da organização, os afetos... Tudo muda o tempo todo! Para continuar o desenvolvimento evolutivo uma organização necessita “administrar” estas mudanças.

Apesar da necessidade de rapidez típica do mundo dos negócios, impossível de ser desconsiderada, a direção é mais importante que a velocidade. Caso não tenhamos para onde ir a velocidade só nos levará ao lugar nenhum mais rapidamente. Claro que podemos contar com a “sorte” para se conseguir sucesso. Quanto à sorte, tenho a lembrar um irônico dito popular: "Interessante, quanto mais me capacito, mais sorte tenho ".

O Desenvolvimento de Talentos Organizacionais é uma prática sustentada por sólidos conceitos, que visa, através de Talentos (Habilidades e dons humanos.), ajustes (Transformação) na organização que a levem para os melhores resultados evolutivos.

Apesar de ser um processo pedagógico (Conjunto de doutrinas, princípios e métodos de educação e instrução que tendem a um objetivo prático.) não se trata de “ensinar” a organização a ser uma determinada organização melhor. O objetivo é buscar a integridade da organização.

Por integridade entende-se, o alinhamento entre o “Pensar”, o “Sentir” e o “Agir”. Através deste alinhamento é possível se retirar os “entraves” que impedem o livre fluir do desenvolvimento organizacional. Quando se é íntegro, encontra-se harmonia, saúde, plenitude e conseqüente prosperidade.

Como é realizado este trabalho de alinhamento?

Reuni-se todas as lideranças da organização, identifica-se as necessidades e, através de ações pedagógicas pautadas no fazer, são elaborados projetos de transformação. ("O que ouço, esqueço; O que  vejo, recordo; O que faço, entendo, tornando-o meu.")

Nestes projetos de transformação:

- Identifica-se a razão de existência da empresa através de sua história (De onde veio, para onde tende a ir), clarifica-se a definição do negócio, verificando-se o foco, os diferenciais competitivos, ou seja, “pensa-se” a empresa. Uma empresa plena é orientado por propósitos.

- Verifica-se a “energia” para colocar este empreendimento em movimento, a motivação, desenvolvem-se relacionamentos, aprofundam-se os valores comuns, ou seja, “sente-se” na organização. Uma empresa plena é sustentada por valores compartilhados.

- Ajusta-se as ações da organização através de projetos que tenham a capacidade de realização dos propósitos sustentados por valores, ou seja, “age-se” através da organização.

Este é um processo personalizado, pois não existem pessoas e organizações idênticas. Por isto que afirmo que empreender é antes de tudo uma questão existencial.

O empreendimento será a expressão de quem forem seus integrantes. Ainda não inventaram máquinas se sonhar, sentir. E ainda que tivessem inventado, estas ainda teriam que agir de acordo com este pensamento e sentimento para serem úteis, ainda que corrêssemos sérios perigos com isto.